IBRACEDS

Contate-nos por email contato@ibraceds.org.br

TECNOLOGIAS

TECNOLOGIAS

Promover a disseminação de informações e o compartilhamento de conhecimentos por meio da ampliação do acesso e o uso de novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), reforçando o sentimento de cidadania global, que ultrapassa fronteiras e cria um senso de responsabilidade e colaboração para o desenvolvimento e a sobrevivência das atuais e futuras gerações.

TECNOLOGIAS DISRUPTIVAS ACELERAM A QUEBRA DE MODELOS EM TODOS OS SEGMENTOS DA SOCIEDADE MODERNA

As tecnologias ditas “disruptivas” são aquelas atribuídas a inovações tecnológicas capazes de superar tecnologias anteriores. Em outras palavras, quando uma tecnologia cai em desuso ela é derrubada por uma nova e ocorre a “disrupção”, a interrupção de um processo. Este é o contexto tecnológico das inovações aceleradas pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), que englobam o uso de equipamentos (hardwares), programas (softwares) e telecomunicações (sistemas de transmissão de dados).

Adaptar-se às novas tecnologias equivale a usá-las de forma propositiva em todas as possibilidades disponíveis, a exemplo dos contextos educacionais, empresariais, culturais, de pesquisa, ciências e comunitários. O melhor é que as TICs são instrumentos que permitem também aprender a aprender. Dessa forma, as novas tecnologias devem ser incorporadas ao cotidiano dos cidadãos de forma racional e organizada a fim de que haja a maximização de seu aproveitamento e uma transição natural a cada vez que haja uma evolução dessas tecnologias.

COMPARTILHAMENTO DE CONTEÚDOS

A característica marcante das novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) é o fato de facilitarem a vida das pessoas no compartilhamento de informações e de conhecimento.  Elas interferem, medeiam e colaboram para a formação de redes e auxiliam no desenvolvimento humano em todos os campos em que são aplicadas. Em nosso ponto de vista, essas tecnologias devem ser empregadas em diferentes situações para assegurar:

  • A capacidade de desenvolvimento da sociedade e a produção de bem-estar;
  • A disseminação do conhecimento e de lições aprendidas;
  • A identificação e análise das tecnologias apropriadas a cada objetivo planejado;
  • O reconhecimento do papel das TICs e o impacto social causado por elas.

Um dos maiores desafios da modernidade é desenvolver uma estratégia para sobreviver em um mundo onde as tecnologias disruptivas se confrontam dia após dia.
Hank Lucas Jr, University of Maryland

COMPETÊNCIA NO USO DE TECNOLOGIAS

O conceito de competência se traduz no domínio ou habilidade para mobilizar conhecimento para fazer algo com eficiência. Toda a educação do século 21 nos aspectos de ensino e aprendizagem tem foco no desenvolvimento de competências. Na aplicação das novas tecnologias, destacamos fundamental seu uso nas seguintes atividades:

  • Experimentações e pesquisas;
  • Espaços físicos e virtuais de ensino e aprendizagem;
  • Ambientes de trabalho e de qualificação para aumento da empregabilidade;
  • Estratégias de marketing pessoal, social, laboral e de relacionamento;
  • Democratização da comunicação e da inovação;
  • Inserção social por meio da participação na blogosfera.
  • Programas e projetos de desenvolvimento socioeconômico e socioambiental.