Empreender: uma jornada de aprendizado

1 – Comece pelo começo
O primeiro passo é descobrir o que te motiva e por onde começar. Estar à frente de um negócio exige determinação e propósito.
Identifique sua motivação!
Esteja preparado para correr riscos e lidar com incertezas. Isso te motiva ou desanima?
Defina perdas aceitáveis. Até onde você aguenta ir se as coisas não funcionarem?
Aprenda tudo sobre o tipo de negócio que você pretende montar.

2 – Entenda o cliente
Todo negócio é desenvolvido a partir da perspectiva do cliente. Portanto, é importante se colocar no lugar dele e entender quais motivos o fazem contratar o produto que você quer oferecer. Pare e pense no cliente, assim será possível ter novas ideias para o seu negócio.

3 – Desenhe seu modelo de negócios
Ter um produto diferenciado é um bom começo, mas não é tudo! Você vai precisar de fornecedores, conhecer o seu cliente, entregar seu produto na quantidade certa, investir em relacionamento. Isso custa! E tem que custar menos que sua receita.

4 – Formalize o negócio
Regularizar a empresa é o primeiro passo para profissionalizar o negócio para que ele cresça.
Identifique a forma jurídica mais adequada ao seu modelo de negócio (Microempreendedor individual, Empreendedor individual de responsabilidade limitada, Sociedade limitada, Sociedade Simples)
Defina o local onde o seu negócio será instalado e faça consulta prévia para verificar se a prefeitura permite a exploração econômica deste ramo no local
Elabore o contrato social, lembrando que este documento possui algumas cláusulas obrigatórias estipuladas por lei
Efetive o registro da empresa. Dependendo do tipo do empreendimento, haverá um órgão especial para o registro (Portal do Empreendedor, Junta Comercial ou Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas)
Verifique se a sua atividade exige algum registro específico (licença sanitária, ambiental ou outras

5 – Implantação e gestão do negócio Agora é com você!
Prepare-se para tomar decisões, principalmente, sob pressão
Pesquise seus fornecedores. Tenha sempre um plano B se algo acontecer com as entregas
Tenha certeza que seu dinheiro está sendo utilizado para o que foi planejado
Faça uma reserva financeira (capital de giro) para conseguir manter a empresa funcionando
Faça cursos sobre finanças, gestão, marketing, pessoas e estratégias para trazer melhorias para o seu negócio