Rede Itego amplia projeto Horta Comunitária e passa a atender escolas municipais em Santo Antônio do Descoberto

16 de julho de 2020

A  produção e doação de hortaliças já beneficiaram mais de 80 famílias da região e agora atenderá também alunos e familiares de duas escolas municipais

A transformação dos espaços ociosos em hortas sustentáveis é uma prática que vem ganhando força em tempos de pandemia do novo coronavírus. O projeto da Rede Itego, por meio do Instituto Tecnológico do Estado de Goiás (Itego) Sarah Luísa Lemos Kubitschek de Oliveira, em Santo Antônio do Descoberto, ajuda o cidadão a produzir seu próprio alimento, diminuindo a disseminação da doença. A ação também auxilia na preservação do meio ambiente e ainda promove a segurança alimentar das famílias em vulnerabilidade social, com a doação das hortaliças.

Na última semana, a Secretaria Municipal de Educação do município se uniu à Rede Itego para levar o projeto a duas escolas municipais de Ensino Fundamental: Prudente de Morais e Maria Lourdes De Faustino. Lá, são atendidos aproximadamente 1.500 alunos, que durante a pandemia serão beneficiados com as hortaliças plantadas e cultivadas nos espaços das instituições e, após esse período, terão os alimentos como implemento nas refeições das unidades escolares.

O diretor do Itego, Leandro Nery, explica que a instituição fornece a muda, ensina o manejo e o plantio e auxilia nas formas de trabalhar o alimento. “Levamos não só às unidades escolares, mas à toda população o conhecimento sobre a Horta Comunitária, como desenvolver o projeto em casa e trabalhamos a solidariedade, um item essencial para o tempo que estamos vivendo”, avalia.

Desde o início do projeto, em abril deste ano, mais de 4 mil mudas foram doadas à população para a construção de sua própria horta e 3 instituições (2 lares de crianças e 1 lar de idosos) foram atendidas com produtos frescos que fizeram a diferença neste momento difícil que toda a sociedade vive.

A iniciativa priorizou a plantação de hortaliças, vegetais e legumes que poderiam ser colhidos em até 30 dias após o plantio. De acordo com Nery, a escolha dos cultivados se deu com o pensamento de que quanto mais rápida a produção mais rápida a Rede Itego conseguiria ajudar quem precisasse. “O isolamento social deixou muitas famílias em situação precária e essa ação vem ao encontro das medidas tomadas pelo governo estadual que visam ajudar o povo goiano e amenizar os impactos causados pelo vírus na sociedade.

Cerca de 89 famílias já foram beneficiadas com as hortaliças doadas pelo Itego em Santo Antônio do Descoberto. “Nossa ação tem tido um resultado positivo e prova disso é a sua ampliação para atender as escolas municipais. Acredito que juntos podemos mudar essa situação triste que nos afeta. Enfrentar este momento com saúde é sem sombra de dúvidas algo muito importante. Vamos continuar trabalhando para somar na vida de todo cidadão”, finalizou o diretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© IBRACEDS - Todos os direitos reservados